Nenhum comentário

Para compreendermos a manufatura industrial, precisamos retornar no tempo e voltarmos à época onde todos os produtos eram fabricados por artesãos.

Essa realidade fazia parte do dia a dia da população, quando todos os processos fabris consistiam na transformação da matéria-prima em produto final através de atividades realizadas com as mãos.

Essa era a realidade produtiva até a época da Revolução Industrial, na metade do século XVIII.

A partir daí, máquinas foram incorporadas às atividades produtivas, quando então apareceram as primeiras fábricas, surgindo o que hoje é conhecido como manufatura industrial.

Neste artigo, apresentaremos esse tema, seus tipos e benefícios que traz para a sociedade e economia das nações. Continue lendo e saiba mais a respeito!

O que é manufatura industrial?

A manufatura industrial é aquela que produz bens utilizando mão de obra remunerada, apoiada por:

  • máquinas,
  • equipamentos,
  • ferramentas.

Essa combinação possibilita que grandes quantidades de produtos possam ser comercializados no mercado, diminuindo custos de fabricação, permitindo a padronização e agilidade nos processos manufaturados.

Atualmente, existem diversos tipos desses processos, cada qual com objetivos específicos, atendendo às muitas demandas de uma sociedade organizada.

Qual a sua importância?

A partir dos objetivos estabelecidos para cada processo manufaturado, podemos identificar a sua importância para o dia a dia da sociedade, onde encontramos:

Manufatura repetitiva

Esse tipo de fabricação é voltada a produção em massa, ou seja, através de um processo repetitivo altos volumes de produtos são colocados à disposição dos consumidores.

São as conhecidas linhas de produção, onde um mesmo produto ou peças similares são fabricadas de forma contínua, como, por exemplo:

  • peças de automóveis,
  • eletrodomésticos,
  • alimentos, etc.

Manufatura contínua

A operação contínua da indústria é aquela que funciona 24 horas e 7 dias por semana, sem paradas e voltadas a atender as demandas exigidas pelo mercado, como, por exemplo:

  • refino de petróleo,
  • fundições e metalurgia,
  • produção de papel e celulose.

Manufatura discreta

A manufatura discreta é voltada a projetos específicos, ou seja, desenvolvimento de produtos que possuem características diferenciadas e muitas vezes únicas.

Bons exemplos estão em equipamentos industriais desenvolvidos para determinadas atividades (ferramentas), projetados e construídos segundo as especificações do contratante.

Outro exemplo está na fabricação de navios que, apesar de muitos pontos em comum, possuem cada qual características diferenciadas, exigindo atenção para suas particularidades.

Manufatura por oficinas

Esse tipo de industrialização possui características que combinam outros processos, pois trabalham lotes em quantidades significativas, no entanto, são direcionadas a produtos semiacabados ou peças para outros fabricantes.

Bons exemplos encontrados no mercado são:

  • oficinas de pinturas,
  • gráficas,
  • peças personalizadas, etc.

Manufatura aditiva

Um novo tipo de fabricação que ganha espaço com o desenvolvimento da tecnologia é a aditiva, ou seja, a impressão em 3D.

Essa tecnologia possibilita que produtos e peças complexas sejam literalmente impressas, oferecendo:

  • diminuição de custos,
  • redução do uso de matéria-prima,
  • diminuição do desperdício,
  • rapidez e customização.

Atualmente, a manufatura aditiva é responsável pela fabricação de roupas, instrumentos musicais, veículos e até mesmo casas.

Quais seus benefícios?

Não é possível imaginar a dinâmica do mundo sem a manufatura industrial, um processo que possibilita e gera para a sociedade:

  • acesso às mais diversas mercadorias,
  • custos viáveis,
  • diversidade de opções,
  • agilidade nos processos produtivos.

A especialização desses trabalhos oferece conforto, segurança e cada vez mais possibilidades para o consumidor final, fabricantes que necessitam de produtos semiacabados e para as empresas que terceirizam suas linhas de produção.

Independente do tipo que sua empresa utiliza, para cada uma delas são necessários cuidados específicos, visando viabilizar processos técnicos e possibilitar o sucesso da operação.

Contar com especialistas no assunto facilita o atingimento dos objetivos, especialmente no que se refere à automação industrial e sistemas de informação.

Para saber mais sobre manufatura industrial e suas diversas possibilidades, conheça a Yukon e conte com quem pode ajudar sua empresa a dar passos importantes!