Nenhum comentário

SMED: 4 benefícios sobre a ferramenta

Realizar trocas rápidas e com precisão não é uma ação apenas das provas automobilísticas, onde, em poucos segundos, os quatro pneus são substituídos. O SMED está aí para colaborar nesses processos em pleno chão de fábrica.

Fazendo parte da filosofia de gestão Lean, originária no Sistema Toyota de Produção, essa é uma ferramenta importante para a redução do tempo de setup de uma máquina.

Essa sigla inglesa para Single Minute Exchange of Dies, significando Troca de Ferramentas em um Minuto, tem como objetivo reduzir substancialmente o tempo de máquina parada.

Um equipamento parado em uma linha de produção pode causar sérios prejuízos operacionais e financeiros a uma indústria, daí então a necessidade de buscar todos os recursos disponíveis para evitar esse tipo de situação.

Neste artigo, apresentaremos o SMED e 4 benefícios que essa ferramenta oferece às empresas que adotam a sua metodologia nas operações industriais. Continue lendo e saiba mais sobre esse importante assunto!

O que é SMED?

SMED é uma metodologia que elimina os gargalos existentes em uma linha de produção quando são necessárias as trocas de ferramentas.

A partir da análise das operações de chão de fábrica, conclui-se que existem dois tipos de setup dos equipamentos:

  • interno – possibilita trocas e mudanças apenas com a máquina parada,
  • externo – pode ser realizado com a máquina em operação.

As etapas que envolvem essas trocas a partir da aplicação do sistema SMED são as seguintes:

  • preparação e ajustes,
  • montagem e desmontagem das ferramentas,
  • ajustes, medições e calibrações,
  • testes para verificação dos resultados.

O objetivo dessa metodologia é a de diminuir em 94% (tempo médio alcançado na aplicação desse sistema) o setup dos equipamentos.

Quais seus benefícios?

O atingimento dos objetivos demonstra claramente que a redução no tempo de setup de máquinas faz toda a diferença em termos de resultados para uma indústria.

Além de colaborar com a otimização dos processos fabris e consequentemente com os resultados financeiros da empresa, também se destacam os seguintes benefícios:

Maior capacidade

O primeiro impacto positivo com a implantação do sistema SMED é percebido no aumento da capacidade produtiva, uma vez que os equipamentos que normalmente levariam cerca de uma hora para serem preparados para um novo processo, em poucos minutos estão à disposição para a continuidade dos trabalhos.

Essa ação, além de aumentar a produtividade, diminui os custos operacionais da operação.

Melhora o fluxo de fabricação

O fluxo de fabricação também sofre interferência positiva com a aplicação dessa metodologia, pois é possível a produção de lotes menores, aumentando a diversificação de produtos.

Essa possibilidade agiliza o atendimento a pedidos e possibilita um melhor planejamento de produção, afinal, o setup deixa de ser um problema e pode ser realizado em curto espaço de tempo.

Reduz o desperdício

Em função da melhora no fluxo de fabricação, a redução dos desperdícios também se torna real.

Os estoques de produtos podem ser menores, evitando mercadorias paradas nos depósitos e a aplicação dos métodos que fazem parte desse sistema reduzem significativamente os refugos e retrabalho.

Reduz custos

Por último, a redução dos custos se observa em todos os processos, pois não existem longas paradas que comprometem situações como:

  • gargalos produtivos,
  • previsibilidade de estoques,
  • atraso nas entregas,
  • colaboradores ociosos,
  • desperdício de recursos.

Diante desses benefícios, a implantação da ferramenta SMED mostra-se viável e colabora efetivamente na melhora dos processos de chão de fábrica, refletindo-se nos resultados do empreendimento.

Se a sua indústria tem dúvidas a respeito e deseja conhecer detalhes dessa metodologia, conte com a Yukon, uma empresa que desde 1991 colabora na implantação de soluções tecnológicas, resultando na satisfação de clientes de todo o Brasil!

Nenhum comentário

Transformação industrial: como os avanços na área trazem vantagens para o Brasil?

Vivemos um período de transformação industrial, onde a tecnologia passa a ser a personagem principal desses novos tempos.

A Indústria 4.0 é uma realidade e muitos empreendedores brasileiros estão trabalhando e investindo para que seus negócios atendam a demanda dos consumidores e tenham condições de concorrer com o mercado internacional.

Vivemos a quarta revolução industrial, uma época que teve o seu início em 2011 e que tem como premissa básica o uso de tecnologia e ferramentas que modificam os processos e a gestão das manufaturas. Antes disso, vivenciamos:

  • Primeira Revolução Industrial – implantação de máquinas nos processos produtivos,
  • Segunda Revolução Industrial – produção através de linhas de montagem,
  • Terceira Revolução Industrial – automatização dos processos no chão de fábrica.

Chegamos a 2022 com boas notícias, onde, segundo o ranking da Austin Rating, o Brasil retorna ao Top 10 das maiores economias do mundo, ocupando a décima posição.

Neste artigo, apresentaremos a transformação industrial e como os avanços da tecnologia e automação podem trazer vantagens competitivas para o Brasil. Continue lendo e saiba mais sobre o assunto!

Como a transformação industrial traz vantagens competitivas para o Brasil?

A indústria é a responsável por transformar matéria-prima em bens:

  • de produção,
  • intermediários,
  • de consumo.

Os avanços tecnológicos proporcionam cada vez mais a automação dos processos no chão de fábrica. 

A partir da implantação desses recursos que fazem parte da transformação industrial, vantagens competitivas podem ser observadas, já que a sua adoção:

Aumenta a produtividade

Equipamentos automatizados possuem a capacidade de operar por horas sem qualquer intervenção humana, aumentando significativamente a produtividade e qualidade nos resultados.

A partir da sua aplicação, colaboradores podem ser alocados para atividades mais estratégicas, onde o esforço físico e as tarefas repetitivas ficam sob a responsabilidade desses equipamentos.

Reduz os custos

Os avanços tecnológicos na transformação industrial também contribuem de maneira efetiva na redução dos custos.

Isso se dá em função da autonomia na execução dos processos e na capacidade que esses equipamentos possuem em localizar e informar aos responsáveis quaisquer problemas que possam comprometer as tarefas que estejam sendo realizadas.

Os modernos equipamentos avisam quando algum de seus componentes apresenta falhas e interrompe o processo produtivo para que a manutenção seja realizada, evitando a perda de matéria-prima e garantindo qualidade no produto final.

Integraliza as operações

Com a utilização da internet como canal de comunicação, é possível que equipamentos se comuniquem, permitindo uma completa integração de todo o parque industrial.

Um engenheiro de produção pode monitorar toda uma fábrica e seus processos a partir de qualquer lugar do mundo, um facilitador inimaginável há alguns anos.

Gera empregos

A transformação industrial, diferente do que muitos pensam, é um grande gerador de empregos, no entanto, o perfil do trabalhador se modifica a partir da sua implantação.

Esses profissionais necessitam de uma formação acadêmica que envolve o conhecimento de tecnologias para poderem atuar em uma fábrica.

Eles deixam de ser operacionais para se tornarem supervisores e especialistas, que contribuem com a implantação e manutenção de soluções, tais como:

Universidades e escolas de nível técnico estão investindo cada vez mais na oferta de cursos para o atendimento de uma demanda que cresce a cada dia, onde os “operários” passam a ser vistos como especialistas, obtendo melhores salários e contribuindo para o sucesso das indústrias onde trabalham.

Movimenta a economia

Por fim, outra grande vantagem competitiva que auxilia o Brasil no desenvolvimento e na conquista de novos espaços na economia mundial é a movimentação da economia.

A partir da oferta de produtos de alta qualidade, as indústrias conseguem alcançar mercados internacionais, aumentando a lucratividade das operações e realizando novos investimentos para o progresso do país.

A transformação industrial é uma realidade e já faz parte do dia a dia de muitas empresas, portanto, incorporar suas práticas aos negócios de sua organização é uma forma inteligente de garantir o futuro.

Caso sua indústria tenha interesse em conhecer mais a respeito, conte com a Yukon, uma empresa especializada no assunto que está sempre pronta para atender as mais diversas demandas da automação industrial!

Nenhum comentário

A automação industrial no ano de 2020

O ano de 2020 jamais será esquecido pela humanidade. Mudanças drásticas no comportamento humano, crise econômica e adaptações em todos os setores, como na automação industrial, fizeram parte da realidade em todo o mundo. 

A automação industrial, em específico, sofreu o impacto como qualquer outro segmento, pois projetos foram reavaliados e estudos antecipados para o atendimento da área produtiva.

Com o isolamento social e os problemas ocasionados pela pandemia, a automação passou a ser vista como prioridade.

Como produzir e sustentar a demanda a partir da redução dos recursos humanos?

Neste post apresentamos um balanço da automação industrial no ano de 2020. Continue lendo e confira!

A automação industrial pré-pandemia em 2020

Mesmo estando atrasado com relação à automação industrial, a perspectiva pré-pandemia para o Brasil nessa área apontava um crescimento no ano de 2020.

Os investimentos em tecnologia estavam previstos e a robótica ganhando espaço, em função da redução dos custos em sua implantação.

Os empresários, conhecendo a realidade do mercado internacional, sabem da necessidade da implantação no parque industrial brasileiro de tecnologias envolvendo:

  • inteligência artificial,
  • internet das coisas.

Trata-se da indústria 4.0, dando seus primeiros passos de forma efetiva na indústria nacional, uma vez que as expectativas, mesmo que cautelosas, demonstravam uma ação positiva com relação a esses processos.

A nova realidade com a chegada do Coronavírus

O impacto com a chegada da pandemia do Coronavírus foi assustador, pois governo, sociedade, empresas e indústrias não sabiam que caminho tomar com relação ao problema.

Em um primeiro momento, para conter a contaminação, o isolamento social foi a saída encontrada, o que comprometeu a indústria e a produção.

No entanto, a automação dos processos industriais passaram a ser analisados e avaliados por muitas corporações, pois seria a estratégia a ser tomada para a substituição da mão de obra humana no chão de fábrica.

O Brasil precisou acelerar o processo de automação, diante de duas situações vivenciadas:

  • atender a demanda do mercado consumidor,
  • geração de desemprego em massa.

A falta de uma política industrial articulada deixou nas mãos dos empreendedores as decisões pelos melhores caminhos a serem tomados.

O que está acontecendo com a automação no ano de 2020?

O que se observa diante da realidade que vivemos é uma aceleração do mercado na busca por soluções que envolvem a automação industrial.

As empresas buscam por novas formas de produção e uma pesquisa da consultoria Ernst & Young mostra que 36% das empresas globais estão acelerando os planos de automatização.

A Yukon Automação Industrial realizou durante o ano de 2020 diversos projetos de pequeno e médio porte. Com a pandemia, os maiores investimentos foram adiados mas, em compensação, houve muita demanda de serviços de ajustes e melhorias de processo. 

A Yukon também teve demanda de consultorias em projetos de detalhamento de automação para clientes que já tem data para implementá-los num futuro próximo. Tudo isso fez de 2020 um ano bem movimentado, apesar da crise.

Foi também um ano em que conseguimos conquistar novos clientes para o nosso portfolio, com ênfase na entrada definitiva no segmento da indústria Farmacêutica.

E finalmente, aproveitando o período inicial da pandemia, conseguimos dedicar tempo para uma série de capacitações da equipe, com treinamentos virtuais on-line nas principais plataformas de automação industrial. Foi uma forma de capacitar ainda mais a equipe técnica e obter certificação em novidades tecnológicas dos nossos principais parceiros de  hardware e software de Automação. 

Agora que você já tem um panorama sobre a automação industrial no ano de 2020 e necessita de esclarecimentos e apoio para automatizar o seu empreendimento, contate a Yukon e conte com especialistas para uma avaliação a respeito!

Nenhum comentário

ThinManager: A solução completa para o gerenciamento da sua planta

A Yukon participou de um treinamento virtual certificado sobre configuração e gerenciamento do ThinManager, uma tecnologia da Rockwell Automation.

Como funciona o Thin Manager

ThinManager e o gerenciamento de conteúdo

O ThinManager consiste em uma solução de gerenciamento centralizado que permite fornecer conteúdo disponível em aplicações de supervisão de chão de fábrica e de manufatura (IHMs, MES, etc), bem como o controle seguro de todos os dispositivos que integram a rede de controle industrial (estações thin clients, máquinas virtuais, câmeras IP, dispositivos móveis etc) através de uma única interface de configuração, viabilizando arquiteturas simples e de menor custo para desenvolvimento e manutenção, garantindo segurança e robustez ao sistema. Conta ainda com uma perfeita integração com aplicações SCADA e hardwares de supervisão e controle de outros diversos fabricantes.

O ThinManager não se destaca apenas pela entrega de conteúdo, mas também pela apresentação deste conteúdo da maneira que se deseja visualizar, permitindo que se possa acompanhar todos os aspectos da produção de forma remota.

Certificação ThinManager

Certificação ThinManager da Yukon

Com o treinamento, que cobriu recursos básicos e avançados, a Yukon se tornou um ‘Integrador Certificado do ThinManager’.

Nós podemos ajudar você e sua empresa a ficarem conectados full-time e com maior produtividade. Entre em contato  e converse com a gente para ter mais detalhes sobre a solução!

Nenhum comentário

Automation Fair: o grande evento de automação

Nos dias 14 e 15 de novembro, ocorreu na Filadélfia (EUA) a Automation Fair 2018, evento anual da Rockwell Automation que reúne mais de 10.000 participantes de todo o mundo e oferece a oportunidade de atualização sobre as novidades em soluções, produtos e serviços Rockwell Automation. A Automation Fair possibilita compartilhar experiências, desafios e tendências da automação com especialistas e interagir com líderes da Rockwell Automation e suas empresas parceiras.  

Foram mais de 100 expositores no evento, que contou com dezenas de fóruns setoriais, laboratórios práticos e sessões técnicas que apresentarão soluções de tecnologias avançadas de automação e informação usando o conceito de ‘Empresa Conectada’ para alcançar as metas de produtividade e competitividade.  

Dentre os principais temas abordados, foram destaque:

  • Fórum de óleo e gás exclusivo para clientes da América Latina abordando as principais transformações digitais da indústria O&G;
  • ThinManager®: demonstração do poder e simplicidade desta plataforma;
  • Introdução ao sistema de segurança integrado Allen Bradley®;
  • Tendências, soluções e Tecnologia de Segurança de Processos;
  • Ferramentas de modernização do DCS, dicas e truques para mitigar riscos.

Para saber mais sobre a Automation Fair 2018, clique aqui.

A Yukon faz parte do programa de Integradores de Sistema Reconhecidos da Rockwell Automation e tem como objetivo a implantação de soluções tecnológicas de ponta que agreguem valor para nossos clientes através da automação. Para mais detalhes, clique aqui e entre em nosso blog, ou se tiver alguma dúvida entre em contato com a gente!

Nenhum comentário

Os 5 maiores benefícios da Automação Industrial

Ao longo de séculos, a indústria passou por diversas fases até a era que vivemos hoje. Se antes as atividades manuais dominavam a produção industrial, hoje são as máquinas que fazem, de forma automatizada, esse trabalho. A automação industrial se tornou preponderante para os que querem se tornar competitivo, seja qual for o segmento da indústria.

São muitas as vantagens da automação industrial, por isso listamos as cinco mais importantes:

[ngg_images source=”galleries” display_type=”photocrati-nextgen_basic_imagebrowser” ajax_pagination=”0″ order_by=”sortorder” order_direction=”ASC” returns=”included” maximum_entity_count=”500″]

A Yukon é uma empresa de automação industrial, que atua em diversos segmentos da indústria. São eles: Alimentício/Farmacêutico, Manufatura, Mineração/Siderurgia, Óleo e Gás/Energia, Química e Petroquímica.

Nenhum comentário

Migração de sistemas antigos

Nos dias de hoje, é correto afirmar que a automação é um dos principais investimentos de
uma indústria que quer se manter competitiva no mercado. Porém, é preciso ter em mente
que um sistema de automação não irá durar para sempre, ele envelhece, e é necessário estar
sempre atento à evolução dos produtos.

A YUKON preparou um infográfico que vai lhe ajudar a entender como gerenciar este
envelhecimento e a elaborar um plano de migração da sua base instalada sem comprometer a
sua capacidade produtiva. Confira!

Clique na imagem para vê-lá em alta qualidade e fazer o download

Nenhum comentário

Yukon participa de estudo sobre o mercado de automação industrial no Brasil

Na última semana de novembro, a Yukon foi convidada pela ENGENHO Consulting Group para participar de um estudo sobre a indústria 4.0 e mercado de Automação no Brasil. O estudo tem o objetivo de entender o ecossistema da cadeia produtiva que envolve a automação industrial no Brasil e a dinâmica deste mercado durante a crise e nos próximos anos (nós já escrevemos sobre como a indústria reage à economia, então clique aqui para entender mais sobre o tema).

Leia mais

Nenhum comentário

Yukon e Braskem: Parceria de sucesso

A Yukon, parceira da Braskem–DCX na área de automação, teve participação significativa na recente Parada Geral de Manutenção da unidade – PGM2017, que aconteceu em Agosto.

Para atender às demandas da PGM2017, a Yukon desenvolveu projetos nas diferentes plataformas existentes nas unidades de Duque de Caxias – Sistemas Digitais de Controle Emerson Delta V e Yokogawa CentumVP, controladores lógicos programáveis Rockwell e Siemens e supervisório iFix.

Leia mais

Nenhum comentário

Rockwell: Yukon no programa de Integradores Reconhecidos

Temos uma grande novidade: a Yukon agora faz parte do programa de Integradores de Sistema Reconhecidos da Rockwell Automation! É com muita satisfação que comunicamos que a Yukon é a primeira empresa do estado do Rio de Janeiro a se tornar Recognized System Integrator (RcSI) da Rockwell. Esse programa agrupa empresas parceiras com expertise e know-how em Automação Industrial, recomendadas pela própria Rockwell em seu site. O selo é uma garantia da qualidade dos serviços da Yukon e atesta nosso diferencial no desenvolvimento e na implementação de projetos.

Leia mais