Nenhum Comentário

Automation Fair: o grande evento de automação

Nos dias 14 e 15 de novembro, ocorreu na Filadélfia (EUA) a Automation Fair 2018, evento anual da Rockwell Automation que reúne mais de 10.000 participantes de todo o mundo e oferece a oportunidade de atualização sobre as novidades em soluções, produtos e serviços Rockwell Automation. A Automation Fair possibilita compartilhar experiências, desafios e tendências da automação com especialistas e interagir com líderes da Rockwell Automation e suas empresas parceiras.  

Foram mais de 100 expositores no evento, que contou com dezenas de fóruns setoriais, laboratórios práticos e sessões técnicas que apresentarão soluções de tecnologias avançadas de automação e informação usando o conceito de ‘Empresa Conectada’ para alcançar as metas de produtividade e competitividade.  

Dentre os principais temas abordados, foram destaque:

  • Fórum de óleo e gás exclusivo para clientes da América Latina abordando as principais transformações digitais da indústria O&G;
  • ThinManager®: demonstração do poder e simplicidade desta plataforma;
  • Introdução ao sistema de segurança integrado Allen Bradley®;
  • Tendências, soluções e Tecnologia de Segurança de Processos;
  • Ferramentas de modernização do DCS, dicas e truques para mitigar riscos.

Para saber mais sobre a Automation Fair 2018, clique aqui.

A Yukon faz parte do programa de Integradores de Sistema Reconhecidos da Rockwell Automation e tem como objetivo a implantação de soluções tecnológicas de ponta que agreguem valor para nossos clientes através da automação. Para mais detalhes, clique aqui e entre em nosso blog, ou se tiver alguma dúvida entre em contato com a gente!

Nenhum Comentário

Yukon participa do Siemens Forum 2018

No último dia 15 de agosto, a Yukon participou do Siemens Forum 2018, realizado no Copacabana Palace – RJ para discutir o futuro dos mercados de energia elétrica e petróleo e gás no Brasil e no mundo.

A agenda do evento proporcionou palestras com CEOs, diretores e especialistas onde foram tratados assuntos de enorme interesse mundial: as tendências e os desafios da transição energética e as inovações tecnológicas na busca por fontes renováveis de energia. A reunião chamou atenção para a questão climática, mencionando o encontro dos países do G20 e o Acordo de Paris em 2015, que estabeleceu um marco para acelerar o ritmo da transformação do sistema de energia do mundo em um meio-ambiente limpo e sustentável.

Sempre posicionando o Brasil como um importante ´player´ no cenário mundial, onde o consumo de energia cresce de forma exponencial, a geração se torna mais descentralizada e a malha de energia mais complexa, os palestrantes indicaram ser possível gerar valor nos setores de energia elétrica e Petróleo e Gás através de tecnologias inovadoras, e se mostraram otimistas com o cenário projetado para o país, e mais especificamente para o Rio de Janeiro. As principais tecnologias e soluções desenvolvidas nos segmentos de geração e distribuição de energia já representam uma realidade, e certamente irão impulsionar o potencial do Brasil neste processo de transição.

SIEMENS E YUKON

A Siemens, empresa líder no segmento de energia, é referência quando se fala em inovação tecnológica. Parceira da Siemens na área de automação industrial, a Yukon também acredita que pode impulsionar o desenvolvimento do país e construir uma vida melhor para todos através da tecnologia e dos serviços oferecidos em seu portfólio. Entenda mais aqui sobre a nossa expertise. Ficou com alguma dúvida? Entre em contato com a gente aqui!

Nenhum Comentário

Case de Sucesso: Albaugh

Cliente da Yukon desde 2016, a Albaugh é uma empresa norte-americana de defensivos agrícolas pós-patente e este material disponível para download explica a atuação da Yukon referente a automação da planta de fungicidas cúpricos da Albaugh Brasil, situada em Resende, Rio de Janeiro. Veja o material na íntegra aqui:

  

 

Em nosso site há uma página inteiramente dedicada a download de materiais produzidos pela nossa equipe. Clique aqui para ver!

Nenhum Comentário

O que significa a virtualização de sistemas e aplicações

A virtualização é uma tecnologia de TI que vem sendo cada vez mais adotada no desenvolvimento de sistemas de automação.

Uma máquina virtual (Virtual Machine – VM) pode ser definida como “uma duplicata eficiente e isolada de uma máquina real”. É como uma cópia isolada de um sistema físico que está totalmente protegida, geralmente por uma estrutura de TI, com servidores físicos e unidades de armazenamento redundantes. Basicamente, uma VM é como um “computador dentro de computador”, sendo este último um servidor com alta capacidade de processamento e memória, essenciais para suportar essa aplicação.

Para essa arquitetura, basicamente é necessário instalar um software específico na máquina física e, a partir deste software, criar um ou vários discos virtuais, onde poderão ser instalados os sistemas operacionais e aplicativos.

Esta possibilidade de rodar outros sistemas operacionais dentro de uma máquina física com acesso a outros softwares instalados dentro da própria máquina virtual é uma grande vantagem no dia a dia, pois cria-se um sistema que desvincula o hardware físico do software e a incompatibilidade entre aplicativos e sistemas operacionais é eliminada. Outra grande vantagem dessa arquitetura é a extrema rapidez na recuperação dos sistemas em caso de falhas e perdas, uma vez que as VM’s são “arquivos gerenciáveis” e backups podem ser realizados e/ou programados.

 

A Virtualização possibilita uma arquitetura onde é possível executar diversos sistemas sem que seja necessário executá-los nos computadores de trabalho (Workstations). Todo o processamento e consumo de recursos das aplicações é realizado pelo servidor físico, e não mais nas workstations, o que permite que estas possam ser máquinas mais simples, ou até mesmo apenas “monitores”, também conhecidos como ThinClient, acessando o servidor e utilizando os sistemas de forma remota.

 

Seja local ou na ‘nuvem’, a virtualização de sistemas traz inúmeros benefícios para operação e manutenção em todos os segmentos da indústria.

 Benefícios da Virtualização de Aplicações

  • Redução de custos: redução dos custos operacionais e investimento em hardware, já que com a virtualização de aplicativos, temos a possibilidade de redução do número de computadores devido ao fato de rodarmos múltiplas aplicações em um mesmo servidor. A redução da quantidade de ativos da empresa, por consequência, faz cair também os custos de manutenção. Adicionalmente, podemos considerar a redução de espaço físico e ainda a diminuição do consumo de energia elétrica.
  • Redução dos problemas com compatibilidade de hardware e software: a virtualização torna possível rodar aplicações novas em máquinas consideradas “velhas”. Ou, o inverso, permite a atualização de hardware sem que haja impacto em softwares mais antigos em uso. Quem nunca se deparou com a incompatibilidade de um aplicativo com outro ou com o sistema operacional de uma máquina? Virtualizando os aplicativos isso é facilmente resolvido, pois ele será instalado em um servidor virtual e não em um computador físico, o que elimina os problemas de compatibilidade.

 

  • A cópia ou transferência de uma VM entre computadores é simples, pois não há a necessidade de reinstalação do sistema operacional e softwares necessários ao retorno ao funcionamento. Basta copiar a VM de um servidor para outro. No caso de pane no servidor físico, o restabelecimento do sistema também é muito rápido, desde que haja backup da VM a ser restaurada em um novo servidor. Esta facilidade aumenta a disponibilidade do sistema e, por consequência, a produtividade. Muitas vezes, a recuperação de um servidor de dados pode levar até mais de um dia de trabalho.

                   

 

  • Maior segurança e confiabilidade: capacidade de trabalhar com seu ambiente em HA (High Availability), esta tecnologia nos traz a possibilidade de trabalhar com aplicações em servidores rodando em cluster, ou seja, você terá proteção contra falha física de seu servidor em caso de desastres, tendo uma disponibilidade de 100% de sua aplicação.
  • Virtualização é uma tecnologia mais sustentável, a chamada Green Technology, uma vez que ao se adquirir menos equipamentos, no final de sua vida útil, serão menos materiais tóxicos a serem descartados para o meio ambiente.

Como nem tudo é perfeito, em contrapartida a virtualização ainda possui um custo considerável, devido à necessidade de hardwares “potentes’, geralmente servidores específicos com alta capacidade de processamento, e equipamentos auxiliares, principalmente em arquiteturas de grande porte. Contudo, com a popularização dessa tecnologia, encontramos cada vez mais comum encontrarmos arquiteturas mais simplificadas e otimizadas para pequenas e médias aplicações, e assim aos poucos na redução dos custos de implementação.

Virtualização em Nuvem

Como a implementação dessas arquiteturas virtualizadas muita das vezes são complexas e exigem um conhecimento específico na área, a virtualização em nuvem existe como uma alternativa, atraindo cada vez mais adeptos. Mas esse assunto ficará para uma próxima discussão por aqui.

Virtualização já é uma realidade

Existem no mercado diversos softwares de virtualização, como por exemplo: Vmware, Citrix, Microsoft Hyper-V. O Vmware destaca-se como a solução mais utilizada nas indústrias usuárias desta tecnologia. Uma das principais vantagens do Vmware é que é muito leve, ocupando pouca memória no HD da máquina.  

A virtualização já deixou de ser uma tendência e hoje é uma realidade no mundo corporativo. A Yukon tem utilizado esta tecnologia em projetos de automação recentes. Os clientes entendem ser esta uma boa estratégia para aumentar as taxas de produtividade e facilidade de manutenção e intervenção nos sistemas. Para saber mais, clique aqui e entre em nosso blog, ou se tiver alguma dúvida entre em contato com a gente!

Nenhum Comentário

Indústria 4.0: Brasil precisa passar por reindustrialização

Segundo a avaliação dos participantes do 1° Congresso Brasileiro de Indústria, o Brasil precisa, urgentemente, projetar uma reindustrialização com o foco na indústria 4.0 (clique aqui para ler nosso artigo sobre o tema). O evento, realizado pela Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), em parceria com outros órgãos importantes, ocorreu no dia 05/12 e avaliou que o Brasil tem de olhar com mais atenção para a era digital da indústria, que engloba Sistemas Cyber-Físicos transformações de tecnologias de Big Data, Internet das Coisas (IoT), sempre visando aumentar o nível de automação, deixando os processos mais eficientes.

O congresso reuniu representantes de empresas e de agências ligadas ao incentivo à pesquisa, desenvolvimento e inovação da área, com o intuito de discutir a situação interna do país, sempre enxergando o investimento na indústria 4.0 como grande solucionador dos problemas.

O QUE PENSA A FIESP

Segundo José Ricardo Roriz Coelho, vice-presidente da Fiesp, o Brasil passa por um processo de redução da capacidade industrial de um país, definido como desindustrialização, já que a participação da indústria nacional caiu quase pela metade nas últimas duas décadas, de 3,47% em 1995 para 1,84% em 2016. Já a participação da indústria no Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro este ano foi de 11,1%, atingindo o mesmo patamar de 1953, segundo Roriz Coelho.

A consultoria PWC realizou um estudo com 2 mil empresas em 26 país que mostrou que essas companhias irão investir cerca de US$ 907 bilhões de dólares até 2020 na indústria 4.0. A Europa planeja investir cerca de € 1,35 trilhão ao longo dos próximos 15 anos na área, e a China tem como meta o investimento de € 1,8 trilhão nos próximos anos para modernizar sua indústria.

PANORAMA INTERNO

Ainda segundo o vice-presidente da Fiesp, o Brasil precisará a investir em um projeto de reindustrialização voltado para a indústria 4.0, para poder voltar a competir em pé de igualdade com esses países, e, consequentemente, dar uma guinada no PIB nacional.

O Brasil oferece uma capacidade de crescimento única no setor, já que seu parque industrial é bastante diversificado, com unidades fabris de empresas líderes das principais economias desenvolvidas.

A Yukon oferece soluções de automação industrial modernas, com cases de sucessos nos principais segmentos da indústria. Para você entender melhor sobre nossa área de atuação, elaboramos uma sessão no site com alguns materiais explicativos, e só você clicar aqui e escolher qual você quer baixar.

Nenhum Comentário

Os 5 maiores benefícios da Automação Industrial

Ao longo de séculos, a indústria passou por diversas fases até a era que vivemos hoje. Se antes as atividades manuais dominavam a produção industrial, hoje são as máquinas que fazem, de forma automatizada, esse trabalho. A automação industrial se tornou preponderante para os que querem se tornar competitivo, seja qual for o segmento da indústria.

São muitas as vantagens da automação industrial, por isso listamos as cinco mais importantes:

1- Redução de custos

Picture 1 of 5

Reduzir custos sem perder qualidade é o sonho de qualquer negócio, certo? A automação industrial traz esse grande beneficio! Essa redução, basicamente, é consequência de um menor desperdício de material, uma menor quantidade de mão de obra necessária para a produção e menos energia consumida, decorrentes do maior controle e da padronização do processo produtivo. Além disso, a automação torna os gastos com manutenções periódicas mais certeiros e objetivos.

A Yukon é uma empresa de automação industrial, que atua em diversos segmentos da indústria. São eles: Alimentício/Farmacêutico, Manufatura, Mineração/Siderurgia, Óleo e Gás/Energia, Química e Petroquímica.

Nenhum Comentário

Migração de sistemas antigos

Nos dias de hoje, é correto afirmar que a automação é um dos principais investimentos de
uma indústria que quer se manter competitiva no mercado. Porém, é preciso ter em mente
que um sistema de automação não irá durar para sempre, ele envelhece, e é necessário estar
sempre atento à evolução dos produtos.

A YUKON preparou um infográfico que vai lhe ajudar a entender como gerenciar este
envelhecimento e a elaborar um plano de migração da sua base instalada sem comprometer a
sua capacidade produtiva. Confira!

Clique na imagem para vê-lá em alta qualidade e fazer o download

Nenhum Comentário

Yukon participa de estudo sobre o mercado de automação industrial no Brasil

Na última semana de novembro, a Yukon foi convidada pela ENGENHO Consulting Group para participar de um estudo sobre a indústria 4.0 e mercado de Automação no Brasil. O estudo tem o objetivo de entender o ecossistema da cadeia produtiva que envolve a automação industrial no Brasil e a dinâmica deste mercado durante a crise e nos próximos anos (nós já escrevemos sobre como a indústria reage à economia, então clique aqui para entender mais sobre o tema).

Leia mais

Nenhum Comentário

Yukon e Braskem: Parceria de sucesso

A Yukon, parceira da Braskem–DCX na área de automação, teve participação significativa na recente Parada Geral de Manutenção da unidade – PGM2017, que aconteceu em Agosto.

Para atender às demandas da PGM2017, a Yukon desenvolveu projetos nas diferentes plataformas existentes nas unidades de Duque de Caxias – Sistemas Digitais de Controle Emerson Delta V e Yokogawa CentumVP, controladores lógicos programáveis Rockwell e Siemens e supervisório iFix.

Leia mais